imagem

imagem
Mestre Tabosa, discípulo do Mestre Arraia, deu continuidade à capoeira de Brasília desde 1965. Em 1974 montou a primeira academia de capoeira de Brasília a Academia Tabosa. Interessou também em outros esportes como judô, sumô, esgrima, Professor de Ginástica Localizada Brasileira e é competidor de maratonas e caiaque. Na área das artes, Mestre Tabosa também participou de teatro, cinema e na música tornou-se cantor e compositor. Seu Blog vai disponibilizar todas as facetas deste grande homem.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011


Saudade, sentimento sem tradução. Há quem diga que não existe em outro idioma, nós apenas sentimos e ponto final.

Mestre Tabosa foi convocado por Marco Aurélio Arêas para cantar sobre este sentimento enigmático que provoca cicatrizes profundas em nossas vidas.

“A saudade mata a gente”,  quando sentimos o Peito Vazio doendo “De Tanto Amor” e “Desencontro”. Parece que “Nunca” mais vai passar, principalmente quando um “Pedaço de Mim” vem “Outra Vez” machucar o coração com lembranças. No “Meu Silêncio” vem a constatação de que “Naquela Mesa” está faltando um “Velho Companheiro”, então suplicamos “Chega de Saudade”.

Sua interpretação, com nó na garganta, nos convida para um encontro com a saudade. Podemos notar no virtuosismo do seu violão que nosso pai, também músico, estava presente acolhendo a sua homenagem emotiva e sincera, assim como a herança da voz potente e marcante de nossa mãe trazendo “De Volta pro Aconchego” familiar.

Marco Aurélio dividiu o palco com Cely Curado, Sandra Duailibe, Amanda Costa, Cesinha da Gaita, Felipe Veigas e Mestre Tabosa realizando em Brasília um belíssimo Show intitulado “Saudade”, no Teatro SESC Garagem/913 Sul, dia 18/10/2011, às 20h30.

“Não há contrato de separação com a saudade, quando ela chega provoca o choro e se transforma num acalanto”. (Mestre Tabosa)

Confira as participações de Mestre Tabosa nos links abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário